Windows 10 S foi hackeado, mas nível de segurança ainda é elevado

Windows 10 S foi hackeado, mas nível de segurança ainda é elevado

COMPARTILHE
The best hosting you'll ever have

Será que o Windows 10 S, voltado para o mercado da educação, não é assim tão seguro como a Microsoft fez querer? Aparentemente não, uma vez que lhe foi detetada uma brecha. Mas será mesmo assim?

Sim, o Windows 10 S foi hackeado. Mas convém salientar que foi hackeado por um especialista e que o mesmo já afirmou que, mesmo assim, esta é a versão do Windows mais difícil de invadir.

Segundo Matthew Hickey, especialista em segurança informática e cofundador da Hacker House, foi possível invadir o Windows 10 S através de uma brecha encontrada no Word.

Para isso ser possível, este especialista encontrou uma brecha na forma como o processador lida com macros, funcionalidades que automatizam tarefas do Office.

A segurança desta nova versão do Windows 10 foi quebrada em apenas três horas. Mas não se pense que esta versão do sistema operativo da Microsoft é mais vulnerável do que as restantes. Desengane-se!

Segundo Matthew Hickey, esta foi mesmo a única brecha encontrada no Windows 10 S e, para além disso, há muitas coisas nesta versão do Windows 10 que inviabilizam grandes alterações à base do sistema e consequentes ataques informáticos.

Tendo em conta que o Windows 10 S não permite a instalação de software fora da loja oficial, bloquear a execução de arquivos em segundo plano e a prompt de comandos, faz com que o Windows 10 S continue a ser mais seguro do que as restantes versões do Windows.

Tanto que, a Microsoft não se mostrou minimamente preocupada com esta revelação, mantendo a sua afirmação de que nenhum malware conhecido será capaz de infetar o Windows 10 S.


Comentários