Menina violada por 33 homens agradece apoio

Menina violada por 33 homens agradece apoio

COMPARTILHE
The best hosting you'll ever have
Quatro dos 33 suspeitos de violarem uma jovem de 16 anos, no Brasil, já foram identificados.

A jovem brasileira de 16 anos que foi violada e violentamente agredida por 33 homens, no Rio de Janeiro, no passado fim-de-semana, usou a sua página de Facebook para agradecer o apoio que tem recebido. O caso veio a público após um dos agressores ter divulgado um vídeo do ataque nas redes sociais.   A menina disse que o seu telemóvel foi roubado e mostrou-se surpreendida pelo apoio. “Venho comunicar que roubaram meu telefone e obrigada pelo apoio de todos.

Realmente pensei que seria julgada mal! Mas não fui. Todas podemos um dia passar por isso… Não, não dói o útero e sim a alma por existirem pessoas cruéis sendo impunes!”, escreveu.   Ainda, a Polícia Civil brasileira já identificou 4 suspeitos do violente ataque.

Segundo o Jornal Nacional, Marcelo Miranda Cruz Correa, de 18 anos, e Michel Brazil da Silva, de 20, são os responsáveis pela divulgação do vídeo na Internet.

Lucas Pedromo Duarte Santos, de 20 anos, alegado namorado da jovem, também foi identificado pela polícia por participação direta na violação e nas agressões. É futebolista e uma das maiores promessas do Boavista, clube que disputa a primeira divisão do campeonato do Rio de Janeiro.

Raphael Assis Duarte Belo, de 41 anos, aparece nas imagens ao lado da jovem, enquanto esta é violada. A adolescente só se lembra de ir a casa do namorado, Lucas Pedromo, na passada sexta-feira.

Só acordou dois dias depois, domingo, dia 22, noutra casa da mesma favela, completamente nua, ensanguentada e com fortes dores por todo o corpo. Em seu redor estavam 33 homens, armados com fuzis militares e pistolas, que durante esses dois dias a espancaram, drogaram, e violaram brutal e repetidamente. De acordo com a avó do jovem, o namorado suspeitava que a jovem o estava a trair e, como vingança, orquestrou o ataque.

Fonte: Correio da Manhã

Comentários