Jovem obriga pai a confessar que a violou até aos 18 anos

Jovem obriga pai a confessar que a violou até aos 18 anos

COMPARTILHE
The best hosting you'll ever have

Um vídeo perturbador mostra uma jovem a obrigar o pai a confessar que a violou, durante 18 anos. “A minha vida está destroçada… E tu estás aqui, num restaurante, a comer. És uma merda. És um pedófilo, um pederasta”, acusa Romina. O pai foi capaz de assumir a violação, mas não conseguiu pedir perdão. Veja o vídeo.

Romina Balaguer, de 35 anos, viajou de Espanha para a Argentina para enfrentar o pai biológico, Antonio Cisneros, de 66 anos. O objetivo da jovem era obrigá-lo a assumir os abusos sexuais contra a própria filha, desde que Romina era bebé, até à maioridade.

A jovem, que por motivos óbvios deixou de usar o sobrenome do pai, enfrentou Cisneros, no passado dia 3 de fevereiro, num restaurante na localidade de Olavarria.

Fez um vídeo do reencontro e obrigou o pai a admitir que tinha abusado dela desde a infância.

Quando tomou esta decisão de procurar uma confissão chocante, Romina foi apoiada por uma organização não-governamental de Barcelona que apoia vítimas de abuso sexual.

Segundo conta Romina, as marcas dos abusos sexuais permanecem, como feridas abertas.

“A minha vida está destroçada… E tu estás aqui, num restaurante, a comer. És uma merda. És um pedófilo, um pederasta”

A vítima enfrenta outros problemas do foro psicológico, decorrentes da infância. Está medicada, para superar esses problemas, e pesa apenas 40 quilos.

Nunca denunciou o pai, quando era pequena, em virtude das reiteradas ameaças de morte que o pai pedófilo lhe fazia.

“Assumes que me violaste, durante 18 anos? Assumes que me tiravas da cama para abusar de mim? Assumes que me ameaçavas de morte, a mim, à minha mãe e ao meu irmão?”

Cisnetos responde afirmativamente às duas primeiras perguntas e nega a terceira.

“Confesso que te violei durante 18 anos. Grava bem isso”, diz o pai.

“És incapaz de pedir perdão”, reage a filha, que lhe deseja “uma morte dolorosa e lenta”.

Antonio Cisneros conseguiu o silêncio da filha durante anos. Agora, a filha consegue as palavras que ele silenciava há décadas.

Veja o vídeo, que elevou Romina à qualidade de heroína, pela sua coragem e pelo contributo que dá para que outros abusos não aconteçam.



Comentários