Ele arrastou a filha de 2 anos para fora do restaurante… O...

Ele arrastou a filha de 2 anos para fora do restaurante… O que ele fez a seguir… É uma lição para todos!

COMPARTILHE
The best hosting you'll ever have

Ninguém estava à espera do que ele fez… É sem dúvida uma lição para todas as pessoas!

Ser pai nem sempre é um mar de rosas. Pelo contrário, é uma tarefa que exige muita dedicação e trabalho. Este pai é um bom testemunho disso. Ele estava no restaurante quando a sua filha de dois anos armou uma cena e ele teve de arrastá-la de lá. Ao chegar no carro, ele tirou uma foto que ilustra bem a situação e escreveu um post nas redes sociais que é muito mais do que um desabafo:

Eu estou trancado na minha carrinha com a minha filha pequena. Nós saímos para um jantar em família e ela teve um ataque porque a mãe não a deixou atirar tiras de frango (para as outras pessoas). Então ela gritou e gritou, chutou e chutou, e já que eu era o único que tinha acabado a minha refeição, tive o prazer de arrastá-la para fora do Red Robin (restaurante).

Eu passei com ela pelo bar e toda a gente me olhou, a maioria das pessoas, sem filhos, imagino eu. Ninguém com filhos teria me olhado daquela maneira, com a boca torta, que parece dizer: ‘se você não consegue controlar a sua filha, então saia’.

Bom… não. Eu não consigo controlá-la.

Não o tempo todo.

Ainda não.

Ela tem dois anos e vai levar anos para ensiná-la como agir propriamente em público, e o único jeito de ensinar isso é saindo com ela e mostrando a ela o certo e o errado. Dizer não um milhão de vezes, deixar ela dar um ataque e dizer a ela não de novo.

Esses ensinamentos demandam paciência, trabalho duro, e experiências do mundo real, e me desculpem aquelas pessoas no bar que se irritaram com a birra da minha filha, mas vocês são parte desse ensinamento. Os seus pais fizeram o mesmo com você e é assim que você sabe como reconhecer quando uma criança faz algo irritante num restaurante. Foi assim que você aprendeu a olhar uma situação e dizer: ‘essa mãe/pai precisa aprender a controlar seus filhos’.

Foi assim que você aprendeu a ser uma pessoa respeitável.

Eu entendo. As crianças são irritantes quando fazem barulho num restaurante. Eu sei. Eu estou vivendo isso. Mas antes de você ficar com raiva e julgar, se dê conta de que o que você está a presenciar não é uma má educação, mas, ao contrário, são pais a fazer de tudo para melhorar a situação.

Você está olhando para o que é preciso para transformar uma criança em uma pessoa.”

Que palavras sinceras. Este pai tem toda a razão do mundo… um dia todos nós fomos crianças e tivemos que aprender uma série de coisas. Julgar este tipo de casos é muito ingrato. Certamente qualquer pessoa gostaria de evitar estes comportamentos inesperados, mas criança é criança e, felizmente, leva algum tempo até crescer!

Comentários